Santo Antônio de Lisboa: um pedacinho de Portugal em Florianópolis

março 01, 2020 Ellen Machado 10 Comments

Casal em frente as casas coloridas da cidade

Procurando um refúgio com calmaria, boa comida e lugares históricos dentro da badalada Ilha de Florianópolis? Então seu lugar é em Santo Antônio de Lisboa!

Santo Antônio de Lisboa foi uma das primeiras freguesias de Florianópolis, e começou a receber imigrantes portugueses por volta de 1700. Esse pequeno cantinho português, localizado no noroeste da ilha, é repleto de construções típicas da herança colonial açoriana, como igrejas, casarões e pequenas casas com características típicas. Por se tratar de ~quase~ uma vila de pescadores, o bairro praia é extremamente recomendado para quem quer relaxar, e passar um dia inteiro por lá, é mais do que aconselhável ao visitar a ilha da magia.

Ah, e ele também é um distrito formado pelos bairros Sambaqui, Cacupé e Barra de Sambaqui. Juntos, formam a rota gastronômica do sol poente.

Casal junto ao letreiro de Santo Antônio de Lisboa

Em uma de nossas viagens à Floripa, decidimos fugir das multidões e nos hospedar em algum lugar mais calmo, mas que fosse próximo às praias que queríamos visitar. Nossa escolha foi mais que acertada: paramos na pequena Santo Antônio de Lisboa (praia da qual nunca havíamos ouvido falar!).

Nós simplesmente amamos o local! E hoje, viemos contar um pouquinho o que tem de legal para fazer por lá - e te inspirar a quem sabe, dar uma chance e visitar esse bairro histórico e bucólico.


Igreja de Nossa Senhora das Necessidades

Menina de vestido branco em frente a igreja branca, com porta azul e detalhes laranjas

O cartão postal da cidadezinha é a Igreja Nossa Senhora das Necessidades, e por isso, é parada obrigatória para quem visita Santo Antônio. Construída em 1750 pelos portugueses, a igreja de estilo barroco e ar simplória é um patrimônio histórico tombado pela prefeitura da cidade.

Além de ser linda e ter uma arquitetura maravilhosa, a igreja passa a sensação de retorno ao passado, para aqueles que a visitam. Funciona diariamente e a sua entrada é gratuita.


A primeira rua calçada de Florianópolis

Imagem da praça e da rua da cidade

E é em Santo Antônio de Lisboa que está localizada a primeira rua calçada da ilha de Florianópolis!

Em 1845, o imperador Dom Pedro II e a Imperatriz Thereza Christina visitaram Santo Antônio de Lisboa. E a primeira rua calçada da capital foi construída para que ambos pudessem circular pela cidade. Os moradores se esforçaram e construíram na época a Praça Roldão da Rocha Pires, e assim, o primeiro calçadão da cidade, que foi inaugurado por Dom Pedro II. O calçadão é uma lembrança dos traços da colonização açoriana na Ilha de Santa Catarina.

Placa com texto e casa laranja ao fundo

Hoje, a rua é aberta para passagem ao público, e aos finais de semana - e algumas noites de verão - recebe a feira dos Alfaias, uma feira de artesanato com produtos de artistas locais.


Lojas de artesanato

Casa branca, com batentes em vermelho e placa escrito artes

Aproveite o passeio e encante-se nas diversas lojinhas de artesanato espalhadas pela orla e pela rua da Igreja. É possível encontrar desde objetos de diferentes manifestações artísticas, como quadros e esculturas, até os itens mais tradicionais, como a renda de bilro, herdada da cultura portuguesa (açoriana).


A praia e o melhor pôr do sol

Praia com mar ao fundo e barcos

A praia de Santo Antônio de Lisboa não é muito procurada para banho. Possui areia grossa, com um pouco de cascalho e pedrinhas. E por se tratar de uma baía, os visitantes e moradores não tem o hábito de se esticar na areia para se bronzear, mas sim para curtir a calmaria do mar. O banho de mar é permitido, mas poucos se aventuram em meios aos barquinhos dos pescadores.

A água é gelada, mas ótima para refrescar nos dias quentes. Mesmo o gelo da água e sua cor mais escura não nos intimidaram, nos rendemos e acabamos entrando para aproveitar uma tarde ensolarada por lá.

Santo Antônio de Lisboa - Florianópolis / SC

A praia em si é bem pequena, são cerca de 700 metros de extensão. A orla praticamente acompanha esse trajeto, mas é revitalizada, com decks de madeira e vários bancos para se sentar e apreciar a paisagem a volta, onde é possível avistar a Baia Norte e a Ponte Hercílio Luz (cartão postal e ponte de acesso à ilha de Florianópolis).

E não ouse sair de Santo Antônio de Lisboa sem apreciar o pôr do sol mais bonito de toda ilha! Acredite, é uma experiência inesquecível.


Gastronomia

Conhecida por fazer parte da rota gastronômica do sol poente, Santo Antônio de Lisboa é a pedida perfeita para terminar a noite comendo nos barzinhos da orla. Os restaurantes estão espalhados pela beira mar, na chamado Rota do Sol Poente. Por lá, opções de peixes, frutos do mar e lanches não faltam!

Em uma das noites mais quentes, nós decidimos escolher um restaurante e ter a experiência gastronômica da cidade Pegamos uma mesinha na orla, bem de frente ao mar e curtimos a vista até nossos pedidos chegarem. Escolhemos o Freguesia Bar, e nos deliciamos com uma farta porção de fritas (R$18), iscas de frango (R$22), iscas de peixe (R$44) e de sobremesa, petit gateau (R$17). Um refeição mais que completa, e tudo do mais delicioso! As bebidas por lá custam de R$5 a R$8.

Leia >> Floripa: visitando 3 praias em 3 dias

Casal na escada da igreja

Como chegar?

Saindo de Florianópolis, em direção ao norte da ilha, siga pela rodovia SC-401. Acompanhe as placas indicando a praia, que fica cerca de 15km do centro de Florianópolis. A entrada para o bairro fica um pouco antes da praça de pedágio desativada, próxima ao supermercado Fort Atacadista. O caminho é bem sinalizado e tranquilo de achar!

Para quem vai de ônibus, o app de transporte Moovit indica que as linhas 1121 Ingleses/Santinho; 233 Tican-Titri via UFSC; 332 Tisan-Ticen via Beira-Mar; e 846 Cacupé passam por Santo Antônio de Lisboa.


Menina sentada em uma janela azul com batente laranja

Vai se hospedar? Conheça nossas dicas!

Nós encontramos nossa hospedagem pelo Airbnb (infelizmente, o lugar não está mais disponível para reservas), pegamos uma casa de hóspedes com uma vista incrível para o mar. Mas por ser um lugar pequeno, a cidade não tem muuuuuitas opções de hospedagens - ela é mais procurada para passeio, do que hospedagens.

Bem no centrinho tem um mercadinho, porém, os preços são bem altos. Para contornar essa situação, nós fizemos compras no supermercado Fort, localizado na rodovia SC-401. E é essa mesma rodovia que dá acesso às praias mais badaladas! Para visitar as outras praias, a distância é curta, cerca de 12km até a praia da Daniela, por exemplo. Porém, apesar da curta distância, o trajeto pode se tornar longo e lento, pois em dias de muito movimento (finais de semana e feriados), a rodovia fica lotada de carros, e um trajeto de 15 minutos, facilmente vira 1 hora de estrada.

Leia >> Airbnb, experiências diferentes em hospedagens: vale a pena?

Casal abraçado em frente a casa branca com vermelho

Sobre alimentação, acabamos fazendo algumas refeições em casa (e nas praias que visitamos), mas a noite nós saíamos para o centrinho, e por lá comemos no Freguesia Bar, tomamos sorvete na primeira rua asfaltada e aproveitamos um açaí na avenida que dá acesso a rodovia. Pizzarias, hamburguerias e restaurantes são facilmente encontrados, tanto nas avenidas principais, quanto na região mais próxima da rodovia.

Para nós, valeu super a pena a hospedagem por lá. Ficamos 5 dias e aproveitamos muito (descansamos bastante também!). Fugimos no agito, e acertamos em cheio, além de conseguir economizar bastante no valor da hospedagem, se comparado as outras praias. Ainda, fomos na virada do ano e pudemos assistir os fogos de artifício da varanda da casa que estávamos. Foi perfeito!

Visitem Santo Antônio de Lisboa e se encantem, assim como nós.

Casal fazendo selfie em frente a praia

Até a próxima aventura!
Ellen ❤ Maicon

Tags:  Florianópolis  |  SC  |  Praia

Se você gostou desse post ou ficou com alguma dúvida, deixe seu comentário abaixo!


- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -  - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Procurando um refúgio com calmaria, boa comida e lugares históricos dentro da badalada Ilha de Florianópolis? Então seu lugar é em Santo...

10 comentários:

  1. Que mimo! Deve ser perfeito para fotografar,amo ambientes assim.

    ResponderExcluir
  2. Amo blogs de viagens, assim podemos “conhecer” um pouco cada lugar! Amei as fotos também.

    ResponderExcluir
  3. Que lindo realmente parece pelas fotos um pedacinho de Lisboa,lugar incrível parece ser bem aconchegante.

    ResponderExcluir
  4. ah adoro cidades praianas como essa, que fotos mais lindas, fiquei morrendo de vontade de conhecer

    ResponderExcluir
  5. Ah, parece um lugar de paz. Estou ate num local parecido aqui no Rio, Paraty conhece?

    ResponderExcluir
  6. Que lugar lindo, e essas fotos maravilhosas. Tenho muita vontade de conhecer Florianópolis, mas com meu amor só viajamos para lugares frios,

    ResponderExcluir
  7. Ah que lugar tão perfeito! Tudo que eu queria agorinha mesmo hahaha
    Adorei as dicas e história, principalmente sobre a primeira rua calçada. Amei demais o teu blog.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Que lugar lindo! Eu não conheço não , mas já fiquei com vontade de conhecer

    ResponderExcluir
  9. Gente, o lugar parece bem tranquilo e aconchegante e as comidas me animaram muito HUAHEUAHEUAHEA' mas, brincadeiras a parte, parece ser uma viagem muito gostosa de se fazer

    ResponderExcluir
  10. já sei onde vou nas proximas ferias, isso se o corona deixar e eu espero que deixe
    amei suas fotos e suas dicas, lugar lindo mesmo!

    ResponderExcluir